Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2019 Novembro 2019 Semarh recupera nascente em União dos Palmares e eleva qualidade de vida de comunidade Quilombola
25/11/2019 - 15h55m

Semarh recupera nascente em União dos Palmares e eleva qualidade de vida de comunidade Quilombola

Além da nascente, foi entregue a Fonte Cristalina Dandara na região que leva à Serra da Barriga

Semarh recupera nascente em União dos Palmares e eleva qualidade de vida de comunidade Quilombola

Texto de Marcio Chagas

No município de União dos Palmares, mais precisamente na Serra da Barriga, berço da resistência representada por Zumbi dos Palmares, o Governo de Alagoas, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) recuperou uma nascente, por meio do Programa Recuperação de Nascentes, elevando a qualidade de vida dos moradores da região e enriquecendo o turismo local.

Como é o caso da Dona Neusa Maria dos Santos, de 69 anos, descendente de quilombolas e moradora da região desde que nasceu, beneficiada com a recuperação da nascente do local. Agora, ela e sua família têm acesso a uma água de qualidade para o consumo, como ela relatou.

“Antes a água não era assim, às vezes tinha um gosto diferente e a gente tentava proteger, com telhas para que nenhuma sujeira chegasse nela, mas às vezes não resolvia. Agora é diferente, ela é mais fina, não tem gosto e a gente usa para fazer tudo sem medo”.

O Programa de Recuperação de Nascentes já recuperou mais de 180 nascentes desde 2015, beneficiando mais de 16 mil pessoas, fazendo o trabalho de recuperar nascentes que estavam sem funcionamento, ou prejudicadas pela ação do homem

Além da recuperação da nascente, foi criada a Fonte Cristalina Dandara, na ladeira da Serra da Barriga, com o intuito de hidratar turistas e moradores que percorrem a região, com a mesma água que abastece as quase dez famílias da localidade. O nome foi dado em homenagem à guerreira Dandara, que também se tornou símbolo de resistência pela luta contra a escravidão no período do Brasil Colônia.

 “A ideia inicial era fazer a recuperação apenas da Fonte. Mas não sabíamos que os moradores estavam com água tão imprópria para consumo humano. Foi ai que conhecemos a dona Neusa e as famílias que consumiam essa água imprópria. Quando chegamos ao local, constatamos que era uma água muito comprometedora para saúde. Antes da nossa intervenção era comum que animais de várias espécies compartilhassem da mesma água dos moradores. Então melhoramos a qualidade da água e fizemos todo tratamento, para que não houvesse risco para o consumo humano”, relata o coordenador do Programa, Adolfo Barbosa.

Além de fazer a recuperação das nacentes, os técnicos da Semarh capacitam os moradores das localidades, que podem repetir o processo em outras regiões, fazendo uma ação de multiplicadores da ação.

Na Serra da Barriga, além de elevar a qualidade de vida dos moradores, a recuperação da nascente se tornou um atrativo aos turistas que visitam a localidade, como destaca o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Fernando Pereira.

“O trabalho do Programa de Recuperação transforma toda a área da nascente em um filtro natural, protegendo de qualquer ação que possa comprometer a água e além de melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, eleva a autoestima de todos. E aqui conseguimos também levar esse recurso hídrico aos turistas e moradores da região, com a Fonte Cristalina Dandara, que podem provar e se hidratar dessa água que um dia já serviu para saciar a sede de todo um povo que luto por sua liberdade. É um fato histórico que podemos resgatar e compartilhar com todos que visitam a região”, enfatizou Pereira.

Maratona Hídrica

A ação faz parte da Maratona Hídrica, que percorrerá mais de 20 municípios nos próximos 30 dias visando levar água própria para o consumo para famílias que moram em regiões de seca e com dificuldade no acesso aos recursos hídricos.

Serão entregues nos municípios equipamentos dos programas executados pela Semarh, como os Programas Água Doce (PAD), Água Para Todos e o Programa de Microssistemas e a Recuperação de Nascentes.  

Além disso, será feito o cadastro e serão entregues outorgas para o uso da água na região do Sertão.  Além das visitas também serão realizadas visitas aos andamentos das obras que estão em andamento, dos mesmos programas. Dentre as obras que serão entregues e as que estão em andamento, serão beneficiados um total de mais de 4.100 famílias alagoanos, que terão água pronta para o consumo.

Ações do documento